World Travel Guides


Barbados - Attractions


Bridgetown

A capital de Barbados é uma cidade comercial muito activa, localizada na Baía de Carlisle, o único porto natural da ilha. Não existem muitos pontos de visita obrigatória, mas certamente vale a pena gastar meio dia a passear pela cidade. Do ponto de vista arquitectónico é uma miscelânea dos estilos moderno e colonial, com as ruas secundárias a desembocarem em bairros residenciais salpicadas de lojas de rum e de casas apalaçadas. Os obeliscos monumentais, os edifícios góticos do parlamento, e a grande catedral anglicana são o testemunho fiel da herança britânica da ilha. Talvez mais surpreendente ainda seja a sinagoga de Bridgetown, um edifício marcante, erigido no século XIX; a primeira sinagoga do local foi construída no século XVII, altura em que Barbados contava com uma população de mais de 300 Judeus.

Entre as atracções ao ar livre de Bridgetown contam-se a Careenage, uma enseada estreita, ladeada de barcos de recreio, que penetra o coração da cidade; e o Queen's Park, com relvados convidativos para um piquenique e uma velha árvore baobá colossal, que oferece sombra. Os amantes de história militar deverão dirigir-se à guarnição Barbados Garrison, a base britânica das ilhas Caraíbas, do século XVII, que inclui um museu, fortificações, e imensos brigues e canhões. O Museu dos Barbados possui objectos de interesse e, para um mergulho rápido na história da ilha, não há nada como passar ali uma hora ou duas. A melhor forma de completar o dia é visitar as bancas de comidas nas ruas e as lojas de rum nas zonas bem iluminadas da Baxter's Rd, a rua de Bridgetown "que nunca dorme".

Holetown

É a mais antiga cidade de Barbados, embora o seu aspecto moderno dificilmente o revele. Fundada na década de 1620, Holetown é uma das principais engrenagens da máquina turística da ilha. Poderá absorver algo da história da cidade na igreja de , St. James, uma estrutura do século XIX que mantém ainda alguns traços do seu passado no seiscentista, incluindo um sino com uma inscrição do nome do rei Guilherme. O parque Folkestone situa-se em frente a uma praia estreita, onde poderá fazer um piquenique, fazer mergulho de superfície (há uma barca afundada ali perto), quando o mar estiver calmo, ou praticar surf, se houver ondas. No parque existe um museu marítimo, com objectos alusivos à pesca e a construção de embarcações.

Sam Lord's Castle

Esta mansão de corais calcários na costa sul de Long Bay tem uma história interessante, se bem que muito enfeitada de fantasia. O edifício foi construído por Sam Lord que, segundo a lenda, pendurava lanternas "de naufrágio" estrategicamente colocadas de modo a atrair as embarcações para o recife Cobbler, situado ali perto. Os navios, supondo estar a entrar num porto seguro, embatiam no recife e Sam Lord propositadamente descia a recolher a carga. Embora quase não restem dúvidas de que Sam Lord era, de facto, um patife, grande parte dos historiadores rejeita a história das lanternas, considerando-a folclore. A antiga habitação de Sam Lord, que mais parece uma residência imponente, do que propriamente um castelo, abriga uma modesta colecção de quadros e mobiliário antigo.

St Lawrence

Ao longo da costa sudoeste existe um grupo de localidades pouco animadas, com praias excelentes, onde se encontra a maior parte dos alojamentos económicos e médios da ilha. St. Lawrence, a cerca de 15 km a sudeste de Brigdetown, é a localidade mais animada, oferecendo imensas oportunidades para ouvir boogie ou fartar-se de peixe voador. Dover Beach, a praia da cidade, possui areia branca muito fina. Alguns minutos a pé pela praia, em direcção ao ocidente, na maré baixa, levam-no às localidades Worthing e Hastings, que possuem um interessante artesanato local e encantadoras praias de areia branca.



Hosting by: Linux Hosting
Travel Guides | Guides Site Map | Indian restaurant | Daily deals
© WorldGuides 2017. All Rights Reserved!