World Travel Guides


Argentina - Attractions



				A cactus gets a close-up

Buenos Aires

O poeta laureado da cidade, Jorge Luis Borges, considera Buenos Aires tão eterna como o ar e a água. De facto, a capital é sinónimo do próprio país para muitos argentinos. 40% da população vive nos enormes e espalhados subúrbios da cidade. Buenos Aires fica situada nas margens do RÍo da Prata, no distrito da Capital Federal, e não, como se poderia esperar, na província de Buenos Aires. Com traços típicos herdados das cidades europeias, o seu centro compacto e regular faz lembrar Paris, mas as suas avenidas arborizadas e abundantes praças têm uma divertida e desvanecida elegância. A cidade enche-se de banqueiros em ascensão e sofisticados costureiros que se cruzam com pedintes escanzelados e desempregados oriundos dos bairros de lata dos subúrbios. Na baixa, a Plaza de Mayo é o foco tradicional de actividade e a Avenida 9 de Julio é conhecida como a mais larga rua do mundo - um verdadeiro pesadelo para os pedestres. A zona de compras mais procurada da cidade é a Avenida Santa Fé.

Entre as várias atracções de Buenos Aires incluem-se a Catedral Metropolitana, que alberga o túmulo de JosÉ de San MartÍn, herói na luta pela independência Argentina; o Teatro ColÓn , com instalações reconhecidas a nível mundial para ópera, ballet e música clássica; um conjunto de importantes e conhecidos museus, incluindo o Museo Nacional de Bellas Artes, o Museo del Cine e o Museo HistÓrico Nacional - que apresenta um panorama da história argentina; o colorido subúrbio italiano de La Boca, onde se encontram casas de madeira, pintadas com cores fortes, na margem do curso de água Riachuelo; e o Cementerio de la Recoleta, local a não perder se pretender assistir à paixão nacional pelos mortos.

Apesar de Buenos Aires ser uma cidade dispendiosa, é possível manter-se no centro dos acontecimentos, quer pretenda ficar num hotel barato, quer num de luxo. Congreso é um bom local para procurar alojamento económico. O alojamento em hotéis de média categoria está concentrado na Avenida de Mayo. No que toca às refeições, podem encontrar-se verdadeiras pechinchas nos subúrbios de La Boca e San Telmo; na baixa, Lavalle e Avenida Corrientes são ideais para comer uma pizza, tomar café com os intelectuais da cidade, ou para comer um dos sempre presentes pratos de carne.

Mar del Plata

Se para os habitantes da grande Buenos Aires o Verão significa a praia, Mar del Plata é a praia em que todos pensam. Situada na costa norte no Atlântico, a 400km da capital, a praia estende-se ao longo de 8 km. Sofisticados solares (reflectindo as origens da zona como uma área de classe alta) misturam-se com empreendimentos turísticos recentemente construídos para a classe média. Os leões marinhos observam a pesca em volta dos molhes e o paraíso do kitsch é uma réplica da gruta de Lourdes.

CÓrdoba

A segunda cidade da Argentina, CÓrdoba, tem rivalizado desde sempre com Buenos Aires pela supremacia política, económica e cultural. Enquanto Buenos Aires esmoreceu por negligência, CÓrdoba é o lar dos tesouros arquitectónicos do país. Actualmente, o centro da cidade alberga uma excelente colecção de edifícios coloniais, onde se inclui o velho mercado, a Igreja Catedral (com uma cúpula românica) e a Igreja da CompaÑÍa Jesuíta. O Museo HistÓrico Provincial MarquÉs de Sobremonte é um dos mais importantes museus históricos do país.

A Pampa

A implacável planície da Pampa é o coração da agricultura argentina e o lar do símbolo do nacionalismo romântico - o gaúcho. Abrangendo as regiões de Buenos Aires, La Pampa e a maior parte de Santa Fe e CÓrdoba, a paisagem inclui montanhas florestadas, extensas pradarias e lagos salgados repletos de flamingos. O Parque Nacional LihuÉ Calel é um desvio muito popular, onde a vida selvagem inclui pumas, muitos guanacos, emas, lebres locais e uma espécie de chinchila selvagem chamada vizcacha. As cidades de La Plata, e LujÁn (cuja basílica, erguida em homenagem à Virgem de LujÁn, recebe anualmente 4 milhões de peregrinos), Rosario e Santa Fe merecem a visita pelos seus muitos museus, igrejas e desbotados edifícios coloniais.

IguazÚ Falls

Localizada no Parque Nacional IguazÚ, perto de Puerto IguazÚ, estas espectaculares cataratas situam-se a leste da confluência dos rios IguazÚ e ParanÁ. Caiem, no mínimo, 5000 metros cúbicos de água por segundo de uma altura de 70m. Se lhe parecerem familiares é porque foram 'actrizes secundárias' do filme A Missão - as ruínas históricas de missões Jesuítas localizadas nesta zona vieram mesmo a calhar, atraindo, ainda hoje, um sem número de visitantes. San Ignacio MinÍ, construída num estilo arquitectónico conhecido como 'barroco GuaranÍ', é especialmente popular. Acima das cascatas, as águas são propícias à canoagem, ao caiaque e a outros desportos náuticos. O parque circundante alberga 55.000 hectares de floresta virgem subtropical, em que abunda a vida selvagem e uma grande diversidade de flora.



Hosting by: Linux Hosting
Travel Guides | Guides Site Map | Indian restaurant | Daily deals
© WorldGuides 2019. All Rights Reserved!